Caros amigos

Nosso Encontro Anual das Águas será realizado dia 10 de junho, sábado,  quando vamos comemorar 20 anos de existência do movimento de preservação da Lagoa do Teobaldo. Brevemente, enviaremos o convite detalhado.

Abaixo, envio um resumo do movimento. Esta é uma história simples, mas é a nossa história, de um lugar e de pessoas se unindo para cuidar de nossas águas. Os  resultados palpáveis são um patrimônio natural preservado para as próximas gerações e água, muita água!!!!!!.

Abraço fraterno

Claudio Guerra

clip_image001

RESUMO DO MOVIMENTO DE PRESERVAÇÃO  DA LAGOA DO TEOBALDO (1996-2017)

1996-1998 : A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), através do Instituto de Ciências Biológicas(ICB) realiza a primeira pesquisa científica na Lagoa, coordenada pelo Prof. Francisco Barbosa e entitulada :  “Estudos limnológicos e sócio-econômicos na bacia de drenagem da Lagoa do Teobaldo”.Seus resultados são mostrados em audiência pública da Câmara Municipal de Antônio Dias e amplamente divulgados na internet.

1999 : Expedição Piracicaba 300 Anos Depois visita a Lagoa, sendo ali celebrada uma Missa das Águas, junto ao cruzeiro de madeira erguido pelo Bispo D. Helvécio, no ano de 1936. O livro-relatório da Expedição Piracicaba faz ampla divulgação da Lagoa, seus problemas e suas potencialidades. 

2000 : A Secretaria de Meio Ambiente do Governo de Minas Gerais(SEMAD) convoca a CENIBRA para reunião em Belo Horizonte, quando a empresa firma o compromisso de implantar projeto de recuperação ambiental da Lagoa.

2001 : No Dia Mundial da Água é realizado um encontro às margens da Lagoa com a presença de agricultores, professores, estudantes, que organizam um show de violeiros  e um abraço à Lagoa.

2002 :

· No Dia Mundial da Água, é realizado um grande encontro às margens da Lagoa, ao qual compareceram mais de 400 pessoas. O evento constou de uma celebração ecumênica, junto ao cruzeiro, plantio de mudas às margens da lagoa, café comunitário, abraço à lagoa e apresentação de  violeiros da região, onde se destacaram a viola do Sr. Xéo, as sanfonas do Sr.Nem e de Zé Roberto e também o clarinete do Sr. Lú. Este passou a ser o “formato padrão” do Encontro nos anos seguintes.

· O eng. Cláudio Guerra e a Beira do Rio Produções terminam o documentário “As Crianças da Montanha”, que mostra a realidade ambiental da Lagoa e as dificuldades das crianças que ali vivem.

· Um grupo de agricultores locais, professores, engenheiros criam a Associação dos Amigos da Lagoa do Teobaldo( AALT)

2003 :

· A AALT produz e lança a cartilha : Conhecendo a Lagoa do Teobaldo( 16 pg)

· A CENIBRA inicia a implantação do Projeto de Recuperação Ambiental da Lagoa do Teobaldo

2004:

· Parceria da AALT com o Programa PELD, da UFMG, promove um Curso de Capacitação Ambiental para 70 professores da rede pública de Antônio Dias, que fazem seu fechamento com “um dia de campo” no Encontro do Dia Mundial da Água, às margens da Lagoa.

· A CENIBRA executa o Projeto de Recuperação Ambiental retirando o eucalipto nas margens da Lagoa e plantando ali cerca de 5 mil espécies nativas.  A empresa passa a apoiar oficialmente o Encontro Anual na Lagoa

2005 A partir deste ano, o evento passou a priorizar a participação das crianças das escolas rurais do entorno da Lagoa. Um acordo firmado com as três escolas públicas locais permite às crianças trabalharem o tema “Água” na sala de aula e terem a oportunidade no dia do Encontro Anual visitar e conhecer a Lagoa, como também participar do evento com apresentação dos trabalhos de pesquisa, números musicais, teatros, declamação de poesias, brincadeiras, jogos, brindes, tudo com muita alegria e limpeza.

Portanto, no período 1999-2017, o Encontro Anual das Águas foi realizado ininterruptamente, às margens da Lagoa, não só se consolidando como um importante evento social e ambiental na região como também  contribuindo significativamente para a preservação da Lagoa do Teobaldo.

LIDERANÇAS QUE SE UNIRAM PELA PRESERVAÇÃO DA LAGOA

O engenheiro Cláudio Guerra, professora Elisângela Oliveira, professor Francisco Barbosa (UFMG), o deputado estadual Ivo José, o Sr. Xéo, José Martins, João Flávio Martins, Alessandro Oliveira, foram os pioneiros no trabalho de estudar, divulgar, valorizar, tomar e apoiar as iniciativas para a preservação da Lagoa. Posteriormente, foram surgindo outras lideranças e apoiadores como Júlio Madeira e Antônio Claret, da CENIBRA, Aloisio de Castro, da Radio Integração, Geraldo Gonçalves, jornal BOM DIA, de João Monlevade, designer Dulce Albarez. A cada ano foram surgindo novos apoiadores na realização do Encontro Anual como CENIBRA, COPASA, PMMG, Corpo de Bombeiros, etc.